Maria Bonita

maria bonita logo

 

A marca Maria Bonita tem um histórico longo na moda brasileira. Fundada por Maria Cândida Sarmento e Malba Pimentel de Paiva em 1975, no Rio de Janeiro, ela surge com o conceito “a arte consome moda e a moda consome arte”, já que suas duas sócias fundadoras perceberam que no Brasil, ainda faltava uma marca de roupas que preenchesse essa demanda por looks com informação de moda, mas com uma ousadia maior, uma novidade em termos de modelagem e qualidade das roupas.
Apesar de começar timidamente no Rio, a marca logo depois abriu uma loja em São Paulo, em 1981. Ao longo dos anos 1990 houve uma clara expansão, e a sua estilista atual, Danielle Jensen, já trabalhava como assistente de acessórios para a Maria Bonita. Mas, foi apenas depois de se formar na Esmod em Paris, que Danielle assumiu a direção criativa da marca, em 2003, e três anos depois a marca passou a desfilar no São Paulo Fashion Week.
Outro fato importante sobre a marca é que em 2001 ela também passa por uma mudança na sua administração, que é assumida por Alexandre Aquino, hoje seu diretor executivo.

Publicidade - LAMG

 

danielle jensen estilista retrato

Danielle Jensen

 

A Maria Bonita também tem uma segunda marca, para um publico mais jovem que é a Maria Bonita Extra, que desfila no Fashion Rio.
Com roupas arrojadas, com uma preocupação muito grande com a modelagem e detalhes de arremate, a Maria Bonita ganhou suas clientes justamente por conseguir com suas roupas passar informação de moda, conforto e estilo.
Na última São Paulo Fashin Week, a inspiração para o inverno 2011 da Maria Bonita foi o artista Athos Bulcão e os operários que construíram Brasília, Danielle Jensen criou vestidos com bolsos utilitários mas sem perder a leveza e feminilidade, típicas da marca Maria Bonita, além do trabalho de estampa ter sido muito interessante, com formas geométricas craqueladas e resinadas em cima do tecido das roupas.

 

roupas inverno 2011 maria bonita spfw

 

maria bonita vestido inverno 2011